Programa Na Mão Certa

Iniciativa da InterCement para enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes vira lei em cidade mineira

Em Santana do Paraíso, ações desenvolvidas pela Semana Na Mão Certa
se tornaram política pública

Empresa brasileira vice-líder do mercado de cimento no Brasil e líder em Portugal, Argentina, Moçambique e Cabo Verde, a InterCement é há 10 anos participante do Programa Na Mão Certa. Durante esse período, a empresa já sensibilizou mais de 132 mil pessoas sobre a importância do enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes.

Com a missão de fazer com que essa mensagem chegasse aos motoristas de caminhão, a InterCement criou a Semana Na Mão Certa. Para concretizar a iniciativa, pautada numa atuação intersetorial, a empresa baseou-se na proposta de abordagem do Programa Na Mão Certa e criou ações nas suas unidades produtoras de cimento que utilizam diversos recursos para valorizar e conseguir o maior envolvimento possível dos motoristas, em especial aqueles que reconhecem as deficiências de seu dia a dia. Entre os recursos estão tendas de saúde, jogos, massagem, corte de cabelo e sessões de cinema.

O Instituto InterCement dá suporte em materiais, informações e linhas gerais de atuação para que a estrutura de voluntariado de cada unidade de produção possa desenvolver ações voltadas a sensibilizar e educar grupos que têm capacidade de serem agentes transformadores e, assim, atuar de forma efetiva para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. As atividades são realizadas durante uma semana e buscam garantir que a mensagem chegue aos motoristas de caminhão, grupo foco do programa, que podem atuar como verdadeiros protetores dos direitos das crianças e adolescentes ao denunciarem abusos que possam vir a testemunhar em sua rotina nas estradas.

A iniciativa deu tão certo que acabou inspirando o Projeto de Lei 989/2017. Após intensa interlocução junto aos vereadores do município, a Semana Na Mão Certa foi aprovada em março desse ano, de forma inédita, pela Câmara de Vereadores de Santana do Paraíso (MG). Instituída como

política pública inserida no calendário oficial da cidade, a Semana Na Mão Certa tem o objetivo de unir esforços para enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes no município, por meio da informação e sensibilização da sociedade e dando maior visibilidade às ações já desenvolvidas em torno do tema na cidade.

A InterCement destaca ainda a parceria com a Polícia Rodoviária Federal, Conselhos Tutelares, comunidade e empresas transportadoras participantes do Programa Na Mão Certa como um fator primordial para o sucesso da iniciativa. Na visão da empresa, o Programa Na Mão Certa é muito mais do que uma campanha, é a porta de entrada para educar e sensibilizar grupos que têm capacidade de serem agentes transformadores e, assim, atuar de forma efetiva para acabar com o problema da exploração sexual de crianças e adolescentes.

O Programa, realizado pela primeira vez em 2007 nas unidades de Pedro Leopoldo e Santana do Paraíso (ambas cidades de Minas Gerais), logo após a empresa assinar o Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras, faz parte do calendário oficial da empresa desde 2010.

“Ainda há um longo caminho para erradicar esse grave problema, porém a iniciativa é indicadora do compromisso social da empresa com as comunidades onde está presente”, afirma Fernanda Guerra, Gerente de Comunicação Corporativa da empresa, enfatizando que a InterCement continuará trabalhando para aperfeiçoar o programa e aprimorar o envolvimento de mais profissionais.

DESTAQUE 10 ANOS
Compromissos do Pacto Empresarial atendidos:

    

A Childhood Brasil vem promovendo a atuação intersetorial para o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes junto às empresas há 10 anos. Ao mesmo tempo os compromissos do Pacto são as diretrizes que orientam a implantação de um plano de ação que visa sensibilizar os caminhoneiros e torná-los agentes de proteção dos direitos das crianças e adolescentes nas estradas do país.

A atuação da InterCement demonstra que é possível uma empresa articular, planejar e promover ações que conseguem engajar todas as frentes num município, com destaque para o papel protagonista dos voluntários na empresa.

Melhorar as condições de trabalho do caminhoneiro, incluir o tema nos treinamentos desse profissional edifundir boas práticas.
Participar continuamente de campanhas para erradicar o problema.
Estabelecer relações comerciais com fornecedores que estejam compromissados com os princípios do Pacto.
Informar e incentivar seus funcionários a participar de ações para eliminar o problema.
Apoiar projetos de atenção a crianças e adolescentes vítimas de exploração sexual ou vulneráveis a ela, com recursos próprios e/ou do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA), em parceria com governos e/ou organizações sem fins lucrativos.
Monitorar os resultados de suas ações e divulgá-las para a sociedade.
No caso de federações e entidades empresariais representativas, considerando que estas não possuem poder fiscalizador, o compromisso consiste em recomendar a seus associados que observem as práticas recomendadas no pacto.

 

  Leia também  

Ações com caminhoneiros integram projeto amplo de proteção em obra de expansão da Fibria em MS
Unidade móvel vai ao encontro dos caminhoneiros para formá-los como agentes de proteção
Em 'blitz educativa', concessionária Rota Atlântico orienta motoristas na véspera do Carnaval
Globo Estrada Na Mão Certa

 

Voltar